Saiba como preparar a parede para pintura

Criado em agosto 12, 2019 e atualizado em 20 de agosto de 2019. Categoria: Pintar

dois homens preparando o local para aplicar a tinta GoldenCor Tintas nas paredes

Pintar um cômodo é quase o mesmo que passar pitadas de alegria no ambiente. Ainda que a tinta seja branca, essa cor iluminada e silenciosa, fato é que um ambiente bem pintado é muito mais prazenteiro.

            Mas para alegrar a obra com uma boa pintura, é preciso preparar a parede. Pouco adianta ter um material de qualidade, se a etapa preparatória não for devidamente feita. E, não se engane: mesmo se a parede for nova ou estiver em bom estado, ela precisa do preparo também.

            Acompanhe as nossas dicas de hoje para não errar nas etapas que antecedem a pintura!

 

  1. Proteja os móveis e as regiões que não receberão a pintura

Antes de tudo, é preciso proteger os móveis e as partes que não receberão a pintura, como rodapés e piso. Para isso, você pode utilizar fitas adesivas e jornais. Assegure-se de que os jornais fiquem realmente fixos no chão, para evitar sujeira e até mesmo escorregões durante o procedimento.

Caso não seja possível retirar os móveis do ambiente, cubra-os com um pano grande, e desloque-os para a extremidade oposta à que vai receber a tinta. Repita esse processo até concluir o trabalho.

 

  1. Restaure as imperfeições

Sabe aqueles pequenos furos ou rachaduras na parede? Não pense que a tinta vai cobrir, porque não vai. Por isso, pegue a boa e velha massa corrida e aplique pequenas quantidades nas regiões danificadas, até reparar totalmente as imperfeições.

Não se esqueça: esse procedimento exige um bom tempo de secagem até o próximo passo.

 

  1. Lixe as paredes

Depois da secagem da restauração com massa corrida, é fundamental lixar bem a superfície que vai receber a tinta. Essa etapa serve para deixar a superfície mais harmônica.

Se a parede estiver mais padronizada e sem muito excesso de reboco ou massa, é recomendável utilizar lixas mais finas, nos números 220 ou 240. Porém, se a superfície estiver mais grossa, é indicado o uso de uma lixa mais forte, de número 80 ou 100.

 

  1. Limpe as paredes

Tão importante quanto restaurar as imperfeições da parede e lixá-la, é garantir a sua limpeza antes da pintura. Para isso, depois do tempo de cura da restauração com massa corrida, utilize uma vassoura ou um pano úmido para tirar poeira, terra ou mofo.

Se a parede estiver apenas com poeira ou terra, você pode utilizar um pano ou mesmo água e sabão; mas em caso de agressões maiores, como mofo, é preciso utilizar água sanitária.

Se há crianças em casa e sua parede está mais parecida com um caderno de desenhos, é preciso remover toda essa arte (desculpem, crianças) … A etapa da preparação envolve toda e qualquer interferência na superfície a ser pintada. 

Para limpar marcas de canetinhas coloridas (hidrográficas), você pode utilizar álcool etílico; no caso das canetas esferográficas (daquela famosa Bic), será necessário passar a lixa, até remover todos os riscos.

Depois da pintura nova, que tal pregar na parede uma lousa para as crianças desenharem?

 

  1. Aplique o selador

Depois que lixar e limpar a parede, é hora de aplicar o selador. A função dele é proteger a pintura de qualquer obstáculo entre a parede e a tinta, gerando aquele aspecto de “lisinho” ao acabamento.

O selador age preenchendo os poros da parede, tornando a aplicação mais fácil e o resultado mais satisfatório. Fique atento(a) ao tempo indicado para secagem do produto antes de ir para a última etapa, que é a pintura.

Por fim, fique atento às recomendações do fabricante. Muitas pessoas cometem erros simplórios por não conhecer a receita indicada na embalagem do produto.

Gostou deste conteúdo? Acompanhe o nosso blog para não perder nenhuma novidade. Até o próximo post!

 

GoldenCor Tintas

Tags: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *