Qual o momento certo para iniciar a pintura em obra nova?

Criado em julho 11, 2019 e atualizado em 20 de agosto de 2019. Categoria: Pintura

Rolo de pintura GoldenCorTintas

A pintura de um ambiente é capaz de causar semanas de ansiedade. Isso porque as cores são uma linguagem da vida e nos sentimos muito mais aconchegados num lugarzinho de bela cor.

Mas a pintura requer o momento certo para ser feita. Não podemos dar vasão à ansiedade e chamar o pintor antes da hora.

Para ajudar você a evitar desperdícios e retrabalhos, falaremos a seguir sobre o momento certo para iniciar a pintura na sua obra.

 

Antes da pintura, o que precisa estar pronto?

Pegue papel e caneta e anote os principais itens que devem estar prontos antes da tão esperada cor.

 

  • instalações elétricas;
  • instalações hidráulicas;
  • gessos e rebocos;
  • requadros de alvenaria;
  • pisos e rodapés de cerâmicas;
  • tratamento de juntas de drywall, placas de cimento e forro de gesso;
  • portas e janelas.

 

Lembre-se de que algumas dessas etapas exigem um tempo específico de cura, como, por exemplo, o reboco, que exige tempo mínimo de 28 dias para cicatrização.

Caso esse tempo de cura não seja respeitado, a obra correrá o risco de desenvolver patologias, como eflorescência (depósitos cristalinos de cor branca que aparecem na superfície do revestimento), saponificação (efeito pegajoso após agravamento da eflorescência, que impede a secagem correta da tinta) ou desagregamento (esfarelamento da pintura e reboco).

 

As etapas da pintura

Para alcançar um resultado satisfatório e evitar desperdícios no serviço, é preciso seguir alguns cuidados. Basicamente, há três etapas a serem seguidas até a pintura. São elas: a preparação da superfície, o nivelamento (massa corrida) e a pintura.

 

  1. Preparação da parede

O primeiro passo que antecede a pintura é o lixamento da parede. Caso a superfície esteja mais padronizada e sem muito excesso de reboco, você pode utilizar lixas mais finas, nos números 220 ou 240. Agora, se a superfície estiver mais grossa, use uma lixa mais forte, de número 80 ou 100.

Depois que lixar a parede, é hora de aplicar o selador. Ele protegerá a pintura de qualquer ruído entre a parede e a tinta e dará o aspecto de mais “lisinho” ao acabamento.

 

  1. Nivelamento

O nivelamento com a massa corrida é muito importante para a preparação da superfície a ser pintada, precisamente porque, ao diminuir a porosidade da parede, faz com que ela absorva menos líquido, reduzindo, assim, o consumo de tinta (o material mais caro na pintura).

Use uma desempenadeira e uma espátula para aplicar a massa corrida nas grandes áreas e nos cantos e esteja atento aos pequenos buracos formados na superfície; vá preenchendo todos com a massa e, para finalizar, passe a lixa mais uma vez para regularizar a parede. Finalize com mais uma camada de selador.

Pronto! Agora, sim, chegou o momento de pintar a sua obra!

 

  1. Pintura

A primeira coisa a fazer no momento da pintura é ler atentamente as orientações do fabricante e fazer a diluição recomendada. Use um rolo de lã, envolvendo-o completamente na bandeja de tinta, evitando que fique com excesso de tinta.

Comece a aplicação com movimentos uniformes de vai e vem até cobrir toda a superfície. Caso seja você mesmo o pintor da sua obra e não tenha muita experiência, inicie pintando um cômodo pequeno até pegar a prática; depois, passe para os demais cômodos da obra.

Por fim, não esqueça de proteger o piso com papéis de jornal ou lona.

 

Construção e reforma não são coisas fáceis de fazer, mas podem ser prazerosas quando feitas com atenção e responsabilidade. Com esses dois ingredientes, toda obra fica mais bela.

Continue acompanhando o nosso blog para mais dicas como essas. Até o próximo post!

 

GoldenCor Tintas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *