Tons de cinza: como usar na decoração?

Criado em julho 9, 2020 . Categoria: Tons de cinza

cozinha e sala conjugado com paredes cinzas

Cor intermediária entre o branco e o preto, o cinza virou tendência na decoração de interiores nos últimos tempos. Mas sejamos sinceros: não estamos perante a mais popular das cores. Segundo a socióloga Eva Heller, na obra “Psicologia das cores”, menos de 1% da população mundial elege o cinza como a sua cor favorita.  

É que, atualmente, muito associam esse tom ao tédio, à tristeza, à indecisão e até mesmo à morte. Essa associação provavelmente tem início na nossa infância, quando as nuvens cinzentas no céu nos lembram que a chuva se avizinha e que teremos que ficar presos em casa. Outro exemplo de uma associação desse tom à adversidade é a designação “quarta-feira de cinzas”, que marca o fim dos dias alegres do Carnaval. 

Por isso, talvez você se surpreenda ao saber que, durante o Renascimento e o Barroco, o cinza era considerado símbolo da nobreza e uma cor importantíssima na arte, muito presente nas paletas de mestres como Rembrandt e El Grieco.

Mais tarde, nos séculos XVIII e XIX, tornou-se a cor da moda parisiense, usada em ternos e vestidos como emblema da riqueza e da sofisticação. Nessa altura, o famoso compositor Debussy descreveu uma de suas obras mais conhecidas, “Os Noturnos”, como sendo um experimento à volta dos tons dessa cor na pintura. 

Isso nos mostra que há, de fato, outras formas de encarar o cinza e que ele pode ser visto como sutil, versátil e sofisticado. Remetendo à inteligência e à reflexão (basta pensar na expressão “massa cinzenta”), esta também é uma cor convidativa à calma, à estabilidade e ao autocontrole. Além disso, é um tom coringa, pois combina com absolutamente tudo, desde os tons claros até os mais escuros.  

Então, queremos que você descarte de vez a ideia de que o cinza é uma cor chata e sem graça. No post de hoje, mostramos como usar esse tom na hora de decorar para obter um ambiente moderno, despojado e alinhado às últimas tendências. Continue a leitura e inspire-se!  

 

65 tons de cinza 

Primeiro, ao contrário do que muita gente pensa, não são 50 os tons de cinza – são, na verdade, 65, do cinza asfalto, passando pelo cinza sépia até o cinza elefante. Por isso, há muitos tons por onde escolher na hora de usar essa cor nos ambientes. 

Em estilos como o industrial e o escandinavo, que se pautam por uma abordagem clean, sóbria e neutra, o cinza é a cor protagonista por excelência. Vejamos dois exemplos a seguir. 

Quarto cinza

Fonte: Pinterest/Reprodução. 

Este quarto é exemplo da tendência de decoração nórdica conhecida como “hygge”, vocábulo dinamarquês ainda sem um correspondente exato no português, mas que pode ser traduzido como “aconchegante”. O objetivo é criar um ambiente agradável, sereno e harmonioso, onde nos sintamos bem. O cinza claro casa muito bem com esse propósito, sendo usado neste quarto tanto na parede quanto nos edredons e travesseiros.  

Sala cinza modernaFonte: Pinterest/Reprodução. 

Nesta sala, exemplo do estilo industrial aplicado à decoração, o cinza escuro das paredes é complementado com os móveis de aço e recorte geométrico na cor preta. O resultado é um ambiente marcante e sofisticado, com um toque de modernidade e ousadia. 

 

Ambiente monocromático vs. mistura de cores 

Na decoração, quais cores combinam com o cinza? Como já dissemos, todas! Isso mesmo: o cinza é uma cor que combina absolutamente com tudo – dos tons mais sóbrios aos mais florescentes. É, assim, uma escolha para usar sem medo de errar, que tanto pode ser aplicada para conseguir um efeito monocromático, quanto para uma mistura de cores muito diferentes.  

Vem ver alguns exemplos. 

Sala com as paredes pintadas em cinzaFonte: Pinterest/Reprodução. 

Nesta sala, foi criado um ambiente monocromático protagonizado pelo cinza. Das paredes ao sofá e ao carpete, esse tom é complementado apenas por detalhes de preto, branco e rosa nas almofadas e quadros da parede.  

Sala pintada de cinza e amarelo

Fonte: Pinterest/Reprodução. 

Neste quarto, optou-se pela técnica do color blocking, uma mistura de cores bastante diferentes para um efeito marcante. O cinza e o amarelo foram usados simultaneamente na parede, dialogando com mobiliário e acessórios nos mesmos tons. Este é um exemplo de um emprego criativo e irreverente das cores. Tá vendo só como o cinza está longe de ser chato? 

 

Do banheiro ao quarto do bebê 

Onde usar o cinzaA resposta é: em todos os cômodos da casa – da cozinha ao home office, do banheiro ao quarto do bebê.   

Vejamos algumas ideias a seguir. 

Quarto de bebê em cinzaFonte: Pinterest/Reprodução. 

Neste quarto do bebê, os pais desejavam criar um quarto “gender-neutral”, ou seja, que não fosse imediatamente associado nem a meninos nem a meninas, pois eles não sabiam o sexo da criança. Com a escolha do cinza, criaram um ambiente calmo e aconchegante, em harmonia com as longas horas de sono de um recém-nascido. 

Banheiro cinzaFonte: Pinterest/Reprodução. 

Neste banheiro, diferentes escalas de cinza ajudam a criar um ambiente relaxante e sóbrio, ideal para um longo banho depois de um dia cansativo de trabalho. O cinza combina muito bem com o mármore do balcão e deixa tudo mais sofisticado. 

Gostou das nossas ideias para usar o cinza na decoração da sua casa? Na GoldenCor, contamos com mais de 2 mil cores de tinta para você encontrar o seu tom favorito. Entre em contato conosco e faça seu orçamento agora mesmo, clicando aqui. 

Até o próximo post!  

GoldenCor Tintas 

Tags: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *